sexta-feira, 22 de julho de 2011

UMP Entrevista: Nelson Jr. (Escolhi Esperar)

Nelson Junior é Pastor desde 1998, Bacharel em Teologia IBADES (Instituto Biblico das Ass. de Deus do Espírito Santo). É o idealizador da Mobilização “Eu Escolhi Esperar”. Trabalha há 20 anos com adolescentes e jovens, ministrando em cultos, congressos, acampamentos e encontros. Atualmente é diretor de uma ONG, MOB (Rede de Mobilizções) na cidade de Vila Velha/ES. Nelson é casado com Angela, e pai de Ana Carolina e da Milena, e nesta entrevista falou ao nosso blog sobre o projeto que invadiu as redes sociais nas últimas semanas: Eu Escolhi Esperar (@escolhiesperar).


01 - Como surgiu o projeto Escolhi Esperar, e por que vocês decidiram abordar esse tema especificamente? Ele está ligado somente a área da castidade ou tem significado mais abrangente?
Primeiro é a história da minha vida. Com 10 recebi Jesus como Senhor da minha vida e com 12 anos tomei a segunda decisão mais marcante da minha vida, eu escolhi esperar. Esperar pelo que? Pela vontade e plano de Deus para minha vida. Abri mão das minhas vontades e prazeres e abraçar a vontade do Pai para mim. 22 anos depois, agora casado, pai e ministro recebemos um presente de Deus, coordenar uma campanha para fortalecer aqueles que como eu, um dia escolheram esperar a vontade de Deus.
 Existem diversas mobilizações que promovem causas nobres. Por exemplo, campanhas: contra o câncer, contra as drogas, racismo e outros temas. Esta Visa fortalecer, encorajar, apoiar e dar suporte aqueles que abraçaram a vontade de Deus para suas vidas e decidiram “esperar no Senhor” o tempo certo, a pessoa certa e a forma certa para os relacionamentos. Visa promover o plano de Deus para os relacionamentos, principalmente entre os solteiros. Desconstruindo sofismas e restabelecendo os valores bíblicos para os filhos de Deus.

02 - O trabalho tem tido uma repercussão muito grande. Como vocês têm lidado com isso? Estavam preparados para tamanha visibilidade? Como lidam com o papel de influenciadores e a consequente responsabilidade que têm assumido diante dos jovens?
Foi uma grande surpresa. Em 5 meses, 30.000 seguidores. Saímos na Revista Época, Revista Galileu, Portal de noticias de todo Brasil, inclusive no G1. Isso não é do homem. Isso não é resultado do nosso trabalho, isso é de Deus! Está na agenda de Deus para essa geração. Deus está escrevendo uma história na vida de milhares jovens nessa geração.

03 - O sucesso do projeto na internet tem sido notável, há também movimentos que ultrapassam os limites virtuais?
Oferecemos seminários, palestras e estudos para as igrejas.


04 - Quais são obstáculos que vocês têm enfrentado nesse trabalho e como tem lidado com eles? Como lidam as críticas que surgem e os comentários nas redes sociais de pessoas que tentam ridicularizar o movimento?
Quem não nasceu de novo, jamais entenderá uma postura dos filhos de Deus. Quem não conhece o verdadeiro amor, jamais entenderá uma decisão que se toma por amor. Entendemos que essa reação é a que Jesus nos avisou em João 15:19 "Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia."

05 - Por fim, gostaríamos de agradecer a participação, e pedir que deixem um versículo para os jovens sejam edificados na palavra de Deus, e assim sejam encorajados a Esperar Nele.
"Agindo assim, certamente haverá bom futuro p/ ti e sua esperança não será frustrada." Prv.23:18


Epílogo: O que é o movimento EU ESCOLHI ESPERAR(@escolhiesperar)? 

“Eu Escolhi Esperar“ é uma mobilização. Existem diversas mobilizações que promovem causas nobres. Por exemplo, campanhas: contra o câncer, contra as drogas, racismo e outros temas.

“Eu Escolhi Esperar” visa fortalecer, encorajar, apoiar e dar suporte aqueles que abraçaram a vontade de Deus para suas vidas e decidiram “esperar no Senhor” o tempo certo, a pessoa certa e a forma certa para os relacionamentos.

“Eu Escolhi Esperar“ visa promover a cultura do Reino de Deus para os relacionamentos, principalmente entre os solteiros. Desconstruindo sofismas e restabelecendo os valores bíblicos para os filhos de Deus.

“Eu Escolhi Esperar“ é muito mais que um movimento pró-castidade. Pois ampliamos o assunto além da virgindade. Tratamos a importância de se viver uma vida sexual e emocional de forma pura e santa. Sendo assim a virgindade deixa der ser o foco e torna-se a consequência na vida daqueles que buscam santidade.

“Eu Escolhi Esperar“ é uma mobilização pró-matrimônio. Por quê? Estar solteiro é bem diferente de ser solteiro. É um estado, um momento e não o destino. O tempo da espera é uma benção e não um castigo ou um “carma”. E esse tempo na verdade, é um momento precioso para o solteiro se preparar para seu futuro cônjuge.

Entrevista feita por Guilherme Barros
@guih_barros

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Que artigo muito bom,termos que aprender a esperar em Deus.

    ResponderExcluir
  2. Termos que realmente aprender a ouvir a voz de Deus e aprender a esperar a fazer a escolha.

    ResponderExcluir